quinta-feira, agosto 03, 2006

Começo, meio e fim.

Era bom ter controle das coisas, saber o que sente, como se sente e por quem você sente. Mas depois, você sente que falta algo, sente falta de perder o controle.
Sem pensar, você se deixa levar pelo gesto inesperado, a conversa agradavél, o sorriso, o beijo. E quando você percebe, já não a 'garota moderna', você é apenas uma garota sem o controle das coisas.
Um misto de sentimentos, do presente, do passado tomam conta de você. É tudo muito confuso e muito bom. Então, sem mais nem menos, tanto acontece o que você queria que não acontecesse, é lágrima querendo rolar, o aperto no coração.
Agora você não quer mais nada, porque simplesmente é o fim.


[Ouvindo: Beck - Everybody Gotta Learn Sometimes]

quarta-feira, agosto 02, 2006

Cabelos, cabelos, meus.

Até que enfim, acabou essa tortura de escova definitiva, eu não sou muito chegada nessa coisa de salão, mas resolvi fazer a tal da definitiva e gostei do resultado. Achei que ficou diferente, apesar da dor de cabeça e de não tá sentindo o meu couro cabeludo. Tá tudo certo.
E é por essas e por outras, que mulher sofre muito :P

terça-feira, agosto 01, 2006

E antes que eu me esqueça:

Por que os problemas não vão todos passear de uma vez?
Por que eles tem que ficar juntos, ali grudados, feito carrapatos uns nos outros pra formar aquela massa enorme que você parece que nunca vai resolver?
Por que eu nunca aprendo?
Eu sou muito burra mesmo.


P.S.: E isso não faz nenhum sentido.

Tirando a poeira

Fazendo a faxina, tirando as teias de aranha.
Vestindo roupinha nova :)
E no final eu gostei.

....

isso é um teste.